Notícias

Presidente do Quênia inaugura biblioteca da Universidade Adventista da África

Share |
Presidente do Quênia inaugura biblioteca da Universidade Adventista da África

O presidente queniano, Mwai Kibaki, corta a fita na inauguração da Biblioteca Thomas Judith da Universidade Adventista da África. O presidente mundial da Igreja Adventista, Ted N. C. Wilson, à direita, observa. [fotos de cortesia ECD]

O presidente mundial da Igreja,Wilson, também presente na abertura das instalações de 6 milhões de dólares

June 14, 2012 | Nairobi, Kenya | Milton Nyakundi/ANN staff

O Presidente do Quênia, Mwai Kibaki, elogiou a Igreja Adventista do Sétimo Dia pela promoção da educação para o país e o resto do continente africano, num discurso aqui no mês passado para inaugurar a recém-construída Biblioteca Thomas Judith da Universidade Adventista da África (AUA).

"Felicito a Universidade Adventista da África por defender uma das colunas-mestras sociais, facilitando e promovendo a oferta de educação", disse Kibaki, reconhecendo também que a universidade, mantida pela Igreja Adventista foi a primeira universidade privada naquele país do leste africano.

A postos para recepcionar o chefe de estado queniano estava o presidente mundial da Igreja Adventista, Ted N. C. Wilson, que ressaltou o compromisso da Igreja Adventista em equipar a universidade para oferecer educação de alta qualidade.

"A Igreja Adventista do Sétimo Dia acredita e continua empenhada em oferecer uma educação que seja social, moral e espiritualmente enriquecedora", disse Wilson. "A abertura desta magnífica biblioteca é uma prova desse enfoque".

A AUA normalmente tem matrícula de cerca de 380 alunos por semestre e está diretamente associada à sede mundial da Igreja Adventista. Sua nova biblioteca, um complexo de três andares, foi construída a um custo de 6 milhões de dólares, com o primeiro milhão  doado pela filantropa Judith Thomas, dos EUA. Outro milhão foi mobilizado mediante um projeto de livro especial organizado inicialmente pelo falecido James Cress, então secretário da Associação Ministerial da Igreja Adventista a nível mundial.

A biblioteca inclui um Centro de Pesquisa do material de Ellen G. White, que abrigará livros relacionados com a herança da Igreja Adventista e um centro de herança africana com artefatos de arte, literatura e cultura.

A biblioteca também oferece acesso à Internet sem fio e assinaturas para diversos bancos de dados on-line, oferecendo aos pesquisadores e estudantes acesso a milhares de revistas e livros, disse o vice-chanceler da universidade, Brepong Owusu-Antwi.

A pedra fundamental da biblioteca foi lançada em 2005 pelo então vice-presidente do Quênia, Moody Awori. A edificação está localizada no complexo do Morro do Advento, que abriga a sede da Divisão África Centro-Oriental  e a Academia Adventista Maxwell.

O evento contou com a presença de administradores, políticos e ministros de gabinete locais. O presidente do conselho da AUA, Pardon Mwansa, um dos vice-presidentes da Igreja Adventista a nível mundial, elogiou a Igreja pela sua firmeza em influenciar a liderança transformacional através da educação.

Um momento mais leve da cerimônia veio após o coral da Igreja Adventista Central de Nairobi fazer uma apresentação musical com alunos do ensino primário da Escola Elementar Karura, com narrantiva baseada em versos bíblicos sobre a paz. Os alunos, em seguida, soltaram pombas como símbolo da paz, mas os pássaros brancos não voaram para longe. Wilson disse Kibaki em frente da multidão, "Sr. Presidente, os pombos não se moveram um centímetro de onde o seu breve voo terminou e acho que é uma evidência da paz e tranquilidade que a sua vinda aqui hoje significam".

Voltar para a lista