Notícias

Videoconferências ganham popularidade nas Américas

Share |
Videoconferências ganham popularidade nas Américas

A Divisão Interamericana da IASD organizou um concílio virtual este mês para milhares de anciãos da Igreja em toda a região. Administradores da Igreja dizem que a tecnologia de conferências pode ajudar a eliminar barreiras entre líderes e membros do ministério, unificando o ministério e missão da Igreja. [foto: Libna Stevens]

Na Divisão Inter-Americana, conexão com anciãos; na América do Sul, promoção da crença na criação

February 26, 2013 | Miami, Florida, United States | Libna Stevens/ASN staff/ANN staff

Em ações que assinalam crescente compromisso com a tecnologia de conferências, líderes adventistas do sétimo dia na sede da Divisão Inter-Americana, da Igreja Adventista do Sétimo Dia, conectaram-se na semana passada com milhares de anciãos da Igreja durante o maior concílio virtual da região.



A comunicação ao vivo de duas horas visava a apoiar uma parceria contínua entre os anciãos da Igreja e pastores. Existem atualmente mais de 30.000 anciãos da Igreja atuando ao lado de 3.000 pastores na região interamericana, que inclui o México, a América Central, o Caribe e os cinco países mais ao norte da América do Sul.

Com muitos pastores na região supervisionando múltiplas igrejas, os anciãos da Igreja desempenham um papel significativo no apoio às congregações. Muitos pastores dependem de anciãos para lidar com visitação a membros, liderança de pequenos grupos, atividades comunitárias e outros aspectos do dia-a-dia da assistência espiritual.

"Nada realmente acontece sem os esforços conjuntos do pastor e do ancião ", disse Hector Sanchez, secretário ministerial da Igreja na América Central e organizador da conferência virtual. "[Os anciãos] são como o centro nevrálgico da igreja, e é por isso que quisemos nos conectar diretamente com eles hoje através da tecnologia".

O concílio foi apresentado em inglês, espanhol e francês, e está agora disponível como um recurso online. Segundo os organizadores, mais de 7.000 espectadores on-line se conectaram e interagiram durante a reunião, por toda a Divisão.

Administradores da Igreja Adventista na América Central e por todo o mundo estão procurando cada vez mais maneiras de usar a tecnologia de conferências para reduzir custos de viagem e ampliar a participação em reuniões. As reuniões virtuais também permitem que os líderes da Igreja unam ainda mais em missão e ministério a denominação que globalmente conta com 17.000.000 de membros.

Os dirigentes da Igreja na América Central realizaram um concílio virtual semelhante em 2011, quando se conectaram com 3.000 pastores adventistas da região.

Os líderes da Igreja na América do Sul, em anos recentes também abraçaram os benefícios do uso de tecnologia de conferências. No ano passado, seminários de fim de semana de treinamento e um fórum da Web, hospedado pelo Departamento de Comunicação da Divisão Sul-Americana da IASD, atingiu milhares de secretários de Comunicação em congregações adventistas locais.

O diretor mundial de Comunicação da Igreja Adventista, Williams Costa Jr., aplaudiu o esforço de eliminar barreiras entre os líderes da Igreja e membros leigos. Desde então, Costa tem reiterado um apelo para mais ações de comunicação virtual.

"Precisamos aproveitar cada oportunidade para nos unir, seja por meio de videoconferências, transmissão via-satélite ou Skype", disse Costa. "Isso é importante para a unidade da nossa Igreja. Quando regularmente nos conectamos para compartilhar ideias e colaborar, fortalecemos o nosso ministério”.

No início deste mês, a Divisão Sul-Americana da IASD organizou uma palestra em vídeo e bate-papo ao vivo sobre o criacionismo a partir de sua sede em Brasília, Brasil. O evento contou com especialistas nas áreas de Genética, Geologia e Arqueologia, que apresentaram evidências de design inteligente, do dilúvio bíblico e da validade da Bíblia.

Os organizadores do evento, disseram que uma estimativa de 15.500 pessoas em todo o mundo assistiram ao vídeo da palestra, e centenas de espectadores responderam a um questionário de feedback depois.  "[Foi] muito bom ser capaz de enviar perguntas", disse Margareth Marques, que participou de São Luis, Ma.

Em setembro, a Divisão Norte-Americana da IASD vai sediar um Festival de Leigos, virtual, que os organizadores disseram que oferecerá treinamento e recursos para o ministério e evangelismo pelos membros.  "Vai aumentar o nível de nossa participação e economizar dinheiro dos participantes, disse Al Johnson, diretor de Ministérios de Adultos para a Igreja na América do Norte. "De fato chegará a eles, sem qualquer custo através da Internet", aduziu.

Voltando à América Central, Juan Antonio Pinedo, ancião da Igreja Adventista do Juarito, em Chiapas, México, disse que estava empolgado em ver a ação da Igreja em direção a um estilo mais colaborativo de ministério. "Estou muito feliz em ver o interesse que a liderança da Igreja tem em promover tal unidade entre os pastores, anciãos e membros da Igreja numa única missão", comentou ele.

Pinedo trabalha como professor de escola pública, mas por mais de uma década tem dedicado seu tempo livre em visitação de membros, liderando um ministério de pequeno grupo e estudos bíblicos, e liderando um grupo de leigos, além de atuar na comissão da igreja e dar assistência ao pastor.

Os líderes da Igreja na América Central acreditam que a tecnologia pode ajudá-los a se conectarem melhor com Pinedo e milhares de outros anciãos da Igreja que compõem a espinha dorsal do ministério na região.

"Este é o maior concílio virtual já organizado em toda a nossa [região] e que nos mostra que a Igreja está preparada para coisas maiores", declarou Sanchez, secretário ministerial. "Estamos cada vez mais perto de nossas igrejas locais e continuaremos a trabalhar para sermos mais unidos”.

Planos estão em curso para mais concílios virtuais no futuro, acrescentou Sanchez.

Voltar para a lista