Notícias

No Quênia, medida provisória de tribunal dá aos alunos adventistas isenções aos sábados

Share |
No Quênia, medida provisória de tribunal dá aos alunos adventistas isenções aos sábados

Uma União da Divisão África Centro-Oriental obteve decisão provisória favorável que isenta os adventistas de frequentarem aulas e exames aos sábados. Um porta-voz da Divisão disse que espera que outros países da região sigam o mesmo caminho. [foto de arquivo da ANN]

Alguns estudantes adventistas eram obrigados a fazer os exames aos sábados

June 03, 2013 | Nairobi, Kenya | ANN staff

O Tribunal Superior do Quênia emitiu uma ordem provisória para as escolas públicas isentarem os estudantes adventistas do sétimo dia de aulas aos sábados, o dia que os adventistas do sétimo dia observam como o dia de descanso bíblico.



A medida imediata ocorre durante um caso envolvendo a União Missão do Quênia, divisão administrativa da Igreja Adventista, contra o Ministério da Educação e 26 escolas que não estariam seguindo a garantia constitucional quanto a práticas religiosas individuais. O juiz que preside o caso irá tratar novamente do assunto em 6 de junho.

“Nós, como líderes da União do Quênia estamos felizes e satisfeitos com o progresso do caso judicial, agora que os líderes institucionais de ensino vão respeitar a Constituição e parar de negar aos estudantes adventistas o serviço público que o governo pretende oferecer a todos os quenianos”, disse Samuel Makori, secretário-executivo da União do Quênia. “Esperamos que o juiz decida em nosso favor, porque estamos pedindo pelo que está previsto nos direitos garantidos pela nossa Constituição”.

Makori disse que os líderes da Igreja levaram o assunto ao tribunal em julho de 2012, somente após extensos esforços diplomáticos não terem funcionado. “Pusemos em ação advogados adventistas, que trataram do caso tanto com patriotismo como com lealdade ao seu país”, disse ele.

Makori disse ao jornal ‘The Standard’ que vários alunos foram suspensos em escolas públicas por não frequentarem as aulas e exames realizados no dia de sábado. “Pagamos as despesas legais com dinheiro da Igreja para que pudéssemos obter justiça para os nossos jovens”, comentou mais tarde.

Os adventistas observam o sábado do pôr-de-sol na sexta-feira ao pôr-de-sol do sábado.

Steve Bina, diretor de comunicação da Divisão África Centro-Oriental da Igreja Adventista, disse esperar que a decisão sirva como um exemplo a ser seguido pelos outros países. Bina disse que os estudantes adventistas em vários outros países dentro da Divisão estão enfrentando problemas semelhantes com alguns oficiais de escolas públicas.

Voltar para a lista