Notícias

Temporais não afetam a abertura da "Revelação da Esperança", da campanha NY13

Temporais não afetam a abertura da "Revelação da Esperança", da campanha NY13

"A Bíblia é incrivelmente precisa. A Bíblia está cheia de esperança para o futuro ", disse o Pastor Ted N. C. Wilson, presidente mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia em 7 junho de 2013, na abertura de "Revelação da Esperança", uma série evangelística que é parte do esforço evangelístico NY13. Wilson falou na histórica Igreja Adventista de Manhattan, na West 11th Street, em Greenwich Village, Nova York. [fotos de cortesia da Associação da Grande Nova York]

Mais de 500 pessoas superlotaram a Igreja de Greenwich Village para o início da campanha

June 08, 2013 | New York City | Mark Kellner, Adventist Review

As chuvas torrenciais da tempestade tropical Andrea, que depositou cinco centímetros de água nas ruas de Greenwich Village, Nova York, não conseguiram arrefecer o entusiasmo das pessoas que participaram da primeira reunião da campanha "Revelação de Esperança" na sexta-feira, 7 de junho.



Patrocinada pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, a reunião é uma das centenas que se estão realizando na área metropolitana no mês de junho como parte da campanha "Missão para as cidades", da denominação.

Oficiais da União do Atlântico e das duas Associações na área dizem que 1.100 pessoas já foram batizadas como adventistas do sétimo dia durante os meses que antecederam o evento. A campanha NY13 -- que dispõe de 160 diferentes eventos evangelísticos em toda a região apenas em junho -- está prevista para culminar em 29 de junho no Nassau Coliseum, num evento com a presença de mais de 15.000 pessoas. O esforço global inclui a participação das Uniões do Atlântico e Columbia, assim como as Associações do Sul da Nova Inglaterra, Grande Nova York, Nordeste e Nova Jersey.

O Pastor Ted N. C. Wilson, presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia a nível mundial, atuou brevemente no que é hoje a histórica Igreja Adventista do Sétimo Dia de Manhattan cerca de 40 anos atrás, quando iniciou o seu ministério. Após a pós-graduação, Wilson também trabalhou durante vários anos como líder de um ministério abrangendo a cidade em 1970. Ele retornou à igreja para abrir a série evangelística de três semanas, com sua esposa, Nancy, saudando os visitantes ao passarem pelo saguão de entrada. Chamando a si mesmo de "novaiorquino de coração", Wilson disse à plateia que ele havia "começado o ministério aqui".

Em reconhecimento do evento, o defensor público da cidade de Nova York, Bill De Blasio, enviou o seu assistente, Warren Gardiner, para participar da reunião de abertura. Espera-se que outros oficiais públicos participem de eventos relacionados com o NY13, disse James Richmond, um oficial de ligação com a comunidade da Associação Grande Nova Iorque da IASD.



Dentro do edifício de 132 anos da igreja, mais de 500 pessoas se reuniram no que o mestre de cerimônias Mark Finley chamou de "oásis de paz" para ouvir uma mensagem que se estendia além das tempestades de hoje.

Tatiana Featherstone, uma mulher de 20 anos, natural de Barbados, disse que participava em parte porque o seu pai, um adventista do sétimo dia, convidou-a. Ela acrescentou que o encontro correspondeu a suas expectativas: "Foi tudo muito bom."

O visitante David Tan, que se identificou como "natural de Cingapura aposentado e vivendo na Tailândia", disse que a mensagem de Wilson foi uma "boa e clara" introdução ao livro do Apocalipse.

Em sua mensagem, Wilson declarou: "A Bíblia é incrivelmente precisa. A Bíblia está cheia de esperança para o futuro".

Ele acrescentou, citando Amós 3:7: "Certamente os eventos da Terra não vão 'falhar' quanto a Deus. Ao contrário das previsões sombrias dos seres humanos, a Bíblia nos dá esperança.

Voltar para a lista