Notícias

Na Índia, adventistas humanitários prontos para ajudar vítimas das enchentes

Share |
Na Índia, adventistas humanitários prontos para ajudar vítimas das enchentes

Enchentes e deslizamentos de terra provocadas por 60 horas ininterruptas de chuvas de monções se abateram sobre comunidades no norte da Índia na semana passada. Funcionários do governo e humanitários, entre eles adventistas, estão lutando contra o mau tempo e estradas bloqueadas para avaliar as necessidades. [foto: ADRA Índia]

Estação de monsões antecipada deixam milhares de pessoas em desamparo na Índia

June 25, 2013 | Silver Spring, Maryland, United States | ANN staff

Humanitários adventistas do sétimo dia no norte da Índia estão monitorando as necessidades e preparando medidas de emergência, na sequência de uma temporada de monções sem precedentes na região.



As chuvas torrenciais chegaram um mês antes no início deste ano, provocando enchentes e deslizamentos de terra que afetaram comunidades de montanha e sítios de peregrinação religiosa. As monções destruíram casas e negócios ceifando a vida de mais de 1.000 pessoas, e deixando em situação difícil milhares de peregrinos e turistas que visitam santuários hindus no estado de Uttarakhand Himalaia, de acordo com reportagens da imprensa.

Apesar de os esforços das agências governamentais de socorro até agora estarem centradas na cidade de Uttarkashi, a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais na Índia está se preparando para dar assistência de emergência ao distrito de Rudraprayag, onde 20 aldeias ribeirinhas foram severamente afetadas, disse Gladwin Bol, coordenador de emergência da ADRA Índia.
          
“Essas comunidades locais perderam tudo -- casas, terrenos, meios de subsistência e pertences”, disse Bol. Outras aldeias vizinhas permanecem inacessíveis devido ao mau tempo contínuo e as estradas bloqueadas, relatou.

“Vamos ser capazes de nos dirigir à área assim que obtivermos autorização”, disse ele.

A ADRA Índia está preparada para fornecer utensílios, roupas, cobertores, mosquiteiros, artigos de higiene, lonas, baldes e outros itens de emergência, Bol, disse.

Enquanto isso, as autoridades locais criaram 40 campos de refugiados para fornecer comida, água e outros auxílios de emergência para os turistas e locais, de acordo com um Relatório de Situação da ADRA. As notícias indicam que helicópteros militares também resgataram cerca de 30 mil pessoas desamparadas, mas o mau tempo continua a frustrar os esforços.

Bol disse que a ADRA Índia vai implementar a sua resposta de emergência inicial com base nas conclusões de uma equipe de avaliação atualmente em ação. A equipe é apoiada por agências não-governamentais locais com mais presença territorial na região afetada do que a ADRA, que tem sede mais ao sul, em Delhi.

Voltar para a lista