Notícias

No Quirguistão, a Igreja Adventista ordena seu primeiro pastor nativo

Share |
No Quirguistão, a Igreja Adventista ordena seu primeiro pastor nativo

Talgat S. Kubegenov, na plataforma com sua esposa, foi ordenado durante uma conferência sobre missão na Igreja Adventista Tokmok na província de Chuy em 14 de junho. Ele é o primeiro cidadão do Quirguistão ordenado como pastor adventista. [fotos de cortesia ESD]

Kubegenov, um ex-policial, tem atuado como pastor adventista por muitos anos

June 25, 2013 | Silver Spring, Maryland, United States | Ansel Oliver/ANN

Um ex-policial na nação da Ásia Central do Quirguistão foi ordenado no início deste mês como o primeiro pastor da Igreja Adventista do Sétimo Dia da população nativa.



Talgat S. Kubegenov foi ordenado durante uma conferência de missão na Igreja Adventista Tokmok em Tokmok, na província de Chuy, em 14 de junho.

Kubegenov, de 39 anos, tem servido como pastor de duas igrejas e trabalhou como secretário-tesoureiro da Missão do Quirguistão, da IASD, desde 2010.

Kubegenov é um graduado da Academia do Ministério do Interior e uniu-se à Igreja em 2002. Foi ordenado ancião da igreja local, em 2005, e em 2008 a Igreja Adventista o chamou para atuar como um pioneiro da Missão Global.

“Foi emocionante ver este pequeno, mas bem sucedido passo”, disse Ben Schoun, um vice-presidente mundial da Igreja Adventista, que participou da cerimônia. “Estou ciente de que vários países da região podem apresentar dificuldades para a nossa Igreja atuar, mas Deus está nos ajudando a realizar algumas coisas muito maravilhosas”.

O Quirguistão, que faz fronteira com a China, é uma ex-república soviética. Tornou-se um país independente quando a União Soviética se desfez em 1991. Muitos cidadãos trabalham em mineração e agricultura. Sua população atual é de aproximadamente 5,5 milhões. A grande maioria da população é muçulmana, e muitos são também da Igreja Ortodoxa Russa.

A mensagem adventista veio para a Ásia Central através do missionário alemão Philipp Trippel em 1906, disse Denis Sand, diretor da Missão Adventista para a Divisão Euro-Ásia. Em 1915, a construção da Igreja Adventista do Orlovka tornou-se a primeira igreja da denominação na região, então conhecida como Turquestão. Tinha 50 membros.

Adventistas e outros cristãos enfrentaram pesada perseguição durante os governos da União Soviética, lembra Sand. Muitos membros enterravam suas Bíblias toda vez após as ler.

Hoje, a Igreja Adventista no Quirguistão tem cerca de 800 membros e opera a única escola primária da União Missão do Sul, da denominação adventista.

A Igreja no Quirguistão emprega pioneiros da Missão Global que trabalham no país. Na conferência de missão deste mês, cerca de uma dúzia de pioneiros de Missão Global se formaram num programa de treinamento, disse Schoun. No início deste mês, a Igreja também abriu um novo estúdio da Rádio Adventista Mundial, em Bishkek, que sedia a Missão da Igreja Adventista do Quirguistão.

Voltar para a lista