Notícias

Na América Central, anciãos adventistas autorizados a batizar durante evento histórico

Share |
Na América Central, anciãos adventistas autorizados a batizar durante evento histórico

Church elders stand beside their candidate before a massive baptism in the pool at the Adventist Traininga School in west El Salvador. Some 30 elders baptized 139 new members there last week. [photo courtesy El Salvador Union]

50 mil anciãos da região são parte crucial da vida e crescimento da Igreja

October 02, 2013 | Miami, Florida, United States | Libna Stevens/ANN

Milhares de anciãos adventistas do sétimo dia--ou pastores leigos—por toda a Divisão Inter-Americana, da denominação, foram temporariamente autorizados a batizar novos crentes nesta semana durante a culminação de nove meses de evangelismo conduzido por leigos por toda a região.

A iniciativa, chamada de "Ano dos Leigos”, capacitou membros leigos e promoveu sua contribuição à vida e crescimento da Igreja. "Alegramo-nos com os nossos leigos através da Divisão Inter- Americana por seus esforços e comprometimento durante este evento histórico", disse Israel Leito, presidente da Igreja na América Central. "Isso só reafirma o valor que a Igreja atribui aos nossos leigos, especialmente nossos anciãos de igreja que são cruciais em ajudar os pastores cada semana em milhares de congregações”.

Com mais de 15.000 congregações adventistas na América Central e menos de 3.200 pastores, um pastor na região em média supervisiona cerca de cinco igrejas. Os 50.000 anciãos adventistas da Inter-América são essenciais para a vida e crescimento da Igreja enquanto os pastores lidam com várias igrejas, disse Hector Sanchez, secretário ministerial para a Igreja na América Central.

“Somos gratos aos homens e mulheres anciãos de igreja que fielmente trabalham ao lado de nossos pastores toda semana”, aduziu Sanchez.

Os anciãos convidados a batizar novos crentes em 28 de setembro foram obrigados a cumprir quatro condições, Sanchez disse. Cada ancião foi nomeado primeiro pela igreja, ordenado, autorizado a batizar, e ter um candidato ou candidatos ao batismo que ele ou ela introduziu para a Igreja Adventista através de estudos bíblicos.

Clara Davidson, de 62 anos, uma anciã ordenada da Igreja Adventista de Harry Watch, na Jamaica central, sentia-se emocionada enquanto esperava sua vez de batizar em Camp Verley, onde mais de 4.000 pessoas se reuniram para assistir a dezenas de batismos. "É uma alegria de um tipo diferente estar no lugar de um pastor batizando alguém", disse Davidson.

Dany Santos, ancião da Igreja Adventista da Avenida 15, na Cidade da Guatemala, estava entre os 248 anciãos da Igreja na Guatemala que batizaram 1.662 novos membros no sábado. Santos dirige a Casa de Reabilitação Órion operada pela Igreja para ajudar pessoas com vício de drogas e álcool. A oportunidade de batizar 31 pessoas da instituição foi comovente, ele disse. “Ser capaz de batizar esses irmãos e irmãs que têm lutado contra vícios traz grande alegria ao meu coração hoje", disse Santos. 

"Esta experiência é algo que nos motiva como anciãos e nos impulsiona a continuar investindo tempo e recursos na obra do Senhor e continuar os esforços conjuntos com os pastores em preparar um povo para a breve vinda do Senhor", acrescentou.

Durante décadas, os líderes da Igreja na América Central têm incentivado estreita parceria entre leigos e pastores para melhor suprir as igrejas e conduzir evangelismo. Os milhares de batismos realizados pelos anciãos esta semana—embora até aqui sendo um evento inédito--não foi nenhuma surpresa, disseram.

Segundo relatos de administradores da Igreja na América Central, cerca de 2.000 pessoas foram batizadas pelos anciãos de igreja no Panamá, Costa Rica, Nicarágua e El Salvador. Outras 600 foram batizadas em Cuba e centenas se uniram à Igreja na República Dominicana e Haiti. Anciãos batizaram novos membros nas Bahamas, St. Vincent, Oeste da Venezuela e Jamaica, entre outros países.

A Divisão Inter-Americana relata uma membresia de mais de 3,6 milhões. A região inclui o Caribe, México, América Central e os cinco países mais ao norte da América do Sul.

– Relatórios adicionais por Nigel Coke, Gustavo Menendez e Shirley Rueda

Voltar para a lista