Notícias

Missionário adventista canadense desaparecido é confirmado morto, segundo noticiário da imprensa

Share |
Missionário adventista canadense desaparecido é confirmado morto, segundo noticiário da imprensa

Brian Townsend, um adventista do sétimo dia que vivia em Belize central, desaparecido em 24 de dezembro de 2013, foi confirmado morto, segundo notícias divulgadas recentemente.

Brian Townsend foi dado por desaparecido pelo fim do dia 24 de dezembro de 2013

January 06, 2014 | Silver Spring, Maryland, United States | Adventist Review staff

Um missionário adventista do sétimo dia que estava desaparecido em Belize por uma semana foi confirmado morto em 2 de janeiro, segundo notícias da imprensa. Brian Townsend, um missionário que vivia na área do Vale da Paz, em Belize, desapareceu em 24 de dezembro de 2013. Um corpo encontrado na vizinha Guatemala foi identificado como sendo Townsend, de 64 anos, segundo noticiou a CBC, uma rede de difusão canadense. 

"Fizemos a identificação formal”, declarou o Oficial Comandante, Dinsdale Thompson, à CBC num depoimento publicado em seu site. "Sabemos que, com certeza, é um homicídio e estamos vendo a questão nesse sentido, bem como considerando o porquê de o terem matado”. A reportagem canadense afirma que a polícia em Belize identificou dois suspeitos e está trabalhando com autoridades da Guatemala numa investigação.

Escrevendo no Facebook na manhã de 3 de janeiro, Mark Johnson, presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia no Canadá, declarou: "Nossos pensamentos e orações estão com a família de Brian e as muitas vidas que ele tocou, tanto em Belize quanto aqui por todo o Canadá. Ele empenhou toda a sua considerável energia no projeto em Belize. Ele fará muita falta”. 

Na véspera de Natal, a cozinheira e vizinha de Townsend viu o seu veículo passando com um colchão e tapete enrolado, saindo da cidade. Na manhã seguinte, quando ela chegou à casa para o trabalho, percebeu que o carro de Townsend não estava ali. Ao entrar em sua casa de um único cômodo, descobriu que o lugar havia sido saqueado. Do lado de fora, a cerca de vinte metros da casa, "havia sangue e dois facões no lugar onde eles lutaram", diz Juan Arias, vice-presidente da Vale da Paz que foi para o local logo após Townsend ter sido dado por desaparecido. Arias também declarou: "É como se eles o induzissem a abrir a porta, o que fez em seguida, pois não havia sinal de a terem forçado”. 

A polícia também tem trabalhado com o consulado canadense e Kory Townsend, filho adulto de Townsend, que viajou de sua casa, no oeste do Canadá, para ajudar nas buscas do pai.

Townsend se mudou do Canadá para Belize a fim de construir a Escola Média Adventista Vale da Paz e acabou ficando depois de sua conclusão. “Ele estava fazendo um monte de coisas, tinha vários projetos. Construiu uma escola, e nos últimos anos estava criando uma escola profissionalizante, coisas como jardinagem e uma carpintaria”, disse Kory Townsend”. “Poucas pessoas podem viver um sonho ou um objetivo, e abraçá-lo com a paixão que ele tinha”. Kory também reconheceu o compromisso de seu pai para com sua fé adventista do sétimo dia e com a comunidade. “Este era um estilo de vida para ele, não apenas um projeto ou uma missão, ele morava aqui”.

De acordo com Dennis Slusher, presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia em Belize, “Townsend veio trabalhar na comunidade do Vale da Paz para ajudar a construir uma escola e Igreja, que agora tem cerca de 50 membros. Ele permaneceu após a construção ter sido concluída, continuando a trabalhar para a melhoria da comunidade local”.

Em 30 de dezembro, Kory Townsend, acompanhado por Patricia St. Jean e da Equipe de Resposta e Resgate em Desastres, de Belize, visitou a casa de Townsend e juntou-se aos esforços de busca. Enquanto estava na casa, vizinhos e membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia locais permaneceram aparecendo e compartilhando o que Townsend significava para eles.

“Brian foi um modelo para mim, ele me mostrou muito sobre o trabalho missionário”, disse Miguel Ico, um ancião local. “Através de seus esforços, o colégio adventista do Vale da Paz foi construído”.

Enrique Depaz também foi um beneficiário da bondade de Townsend. Ele morava na casa de único cômodo de Townsend, mas estava fora da cidade quando Brian desapareceu. Enrique descreve-o como “um homem muito positivo, muito inteligente, que estava sempre dizendo às pessoas como viver esse estilo de vida cristã”. Ele recorda Townsend como um homem forte que confiava em sua fé completamente: “Ele nunca mostrou que tinha medo de nada, porque sempre acreditou em Deus”. Outros contaram histórias semelhantes. Kory Townsend contou sobre um vizinho que lhe disse que tinha acabado de dar a seu filho recém-nascido o nome de Townsend como homenagem a ele.

Na noite de 2 de janeiro, Ian Townsend, genro de Brian que organizou os esforços da família no Facebook, escreveu: “Com o coração em luto informamos que o corpo encontrado na Guatemala é de Brian Townsend. Nós queremos que saibam o quanto significiou para nós o apoio e orações que recebemos de todos vocês”.

–Reportagem adicional de Tim Wolfer.

Voltar para a lista