Notícias

Em memória: Running foi primeira mulher a lecionar em seminário adventista

Em memória: Running foi primeira mulher a lecionar em seminário adventista

Leona Running, em foto de 1985, ensinou línguas bíblicas por quase seis décadas no Seminário Teológico Adventista. Ela realizou obteve um doutoramento em Estudos do Oriente Próximo, com especialização em textos siríacos antigos, sendo a primeira professora no seminário. [foto de cortesia da Universidade Andrews]

Especialista em línguas bíblicas deixa legado de assistência a estudantes

January 31, 2014 | Berrien Springs, Michigan | Patricia Spangler/Andrews University/ANN

Leona Running, a primeira professora no Seminário Teológico Adventista do Sétimo Dia onde atuou por quase seis décadas e era especialista em línguas bíblicas, morreu no dia 22 de janeiro aos 97 anos.

O seu ex-colega William Shea disse que Running dava mais assistência a alunos em escrever teses de doutorado do que qualquer outro membro do corpo docente. “Ela provavelmente tocou a vida educational de mais ministros adventistas do sétimo dia do que qualquer outra mulher, exceto [a co-fundadora da Igreja Adventista] Ellen White”, opinou ele.

Running começou a trabalhar para o seminário em sua localização em Takoma Park, Maryland, em 1955, ensinando grego e hebraico. Na época, o reitor do seminário parecia cético quanto à capacidade de uma mulher ensinar a estudantes do sexo masculino, e a disposição dos estudantes do sexo masculino em serem ensinados por uma mulher. Ela começou a ensinar em caráter experimental, mas em 1956 foi-lhe concedido a condição de professora regular.

Running foi a primeira mulher adventista a ganhar um doutorado em Estudos Sobre o Oriente Médio, obtendo o grau da Universidade Johns Hopkins em 1964. Ao longo de sua carreira, ela lecionou quase 10 línguas, incluindo o sírio, egípcio, acadiano, hebraico, aramaico e grego. Em 1981 foi nomeada a primeira mulher presidente da Sociedade de Pesquisa Bíblica de Chicago, cargo que ocupou por um ano. 

“A Dra. Running ocupa um lugar especial nos corações de seus colegas do Seminário e do Depto. de Antigo Testamento e ex-alunos, que apreciavam muito a sua orientação durante seus anos de seminário”, comentou Jiři Moskala, decano do Seminário Teológico Adventista do Sétimo Dia, que agora se localiza na Universidade University, em Berrien Springs, Michigan. 

Leona Glidden Rachel nasceu em 1916 em Flint, Michigan, e graduou-se na Academia Adelphian Holly, Michigan. Em seguida, participou do que é agora a Universidade Andrews, então chamado Emmanuel Missionary College, e graduou-se como oradora oficial em 1937 com um diploma de bacharel em línguas modernas.  

Em 1942 ela se casou com Leif “Bud” Running, que morreu quatro anos depois, com a idade de 37 anos, ao se submeter à terceira operação de pulmão. “Ela superou a dor de perder o marido cedo na vida e construiu uma carreira acadêmica e profissional exemplar”, declarou Niels-Erik Andreasen, reitor da Universidade Andrews. “A Dra. Running inovou na Universidade e na Igreja Adventista do Sétimo Dia”. 

Durante seus primeiros anos profissionais, Running serviu à Igreja Adventista de 1944 a 1948 na Divisão de Línguas Estrangeiras do programa de radio a Voz da Profecia, traduzindo programas e digitando 'scripts' em alemão, espanhol e português. Em 1950 mudou-se para Washington, DC para se tornar editora de texto da revista ‘Ministry’. Em 1955 graduou-se com um mestrado em grego e hebraico pelo Seminário Teológico Adventista.

Running também viajou extensamente. Em 1951 viajou com a cantor adventista Del Delker ao Congresso da Juventude de Paris e por sete países da Europa. Mais tarde, narrou a viagem no livro “36 dias e um sonho”. Em 1957, integrou a primeira viagem de estudo, supervisionada pelo professor do seminário Siegfried Horn pela Europa e Oriente Médio. Ela escreveu outro livro sobre essa viagem, publicado em 1958, com o título [em inglês] de “Do Tâmisa para o Tigre”. Nos anos de 1960 e 70, ela viajou pela Europa, Israel, Irã, Chipre e lecionou numa sessão de verão no Newbold College, na Inglaterra.

Running colecionava artigos, revistas e livros sobre mulheres no ministério. Ela doou a coleção para o Centro de Pesquisa Adventista da Biblioteca James White. A mais notável de suas várias publicações foi “William Foxwell Albright: um gênio do século XX”, obra publicada pela Morgan Press em 1975, uma biografia de 436 páginas sobre o “decano dos arqueólogos bíblicos”.

Running se aposentou do magistério aos 65 anos, mas por 21 anos continuou a ensinar egípcio, acadiano e siríaco no Seminário, finalmente saindo em maio de 2002.  A Universidade Andrews concedeu-lhe um doutorado honorário em Letras em sua cerimônia de abertura do ano letivo de 2012.

Voltar para a lista