Notícias

Na América do Norte, um retorno ao tradicional evangelismo médico-missionário da Igreja Adventista

Share |
Na América do Norte, um retorno ao tradicional evangelismo médico-missionário da Igreja Adventista

A partir da direita: Katia Reinert, diretora de Ministérios da Saúde da Igreja Adventista na América do Norte e Peter Landless, diretor de Ministérios da Saúde da Igreja Adventista a nível mundial, conduzem um painel de discussão sobre o papel dos profissionais de saúde num ministério combinado, na Reunião de Cúpula de Ministérios de Saúde da Divisão Norte-Americana, em Orlando, Flórida, no mês passado. [foto de cortesia Ministérios da Saúde, NAD]

Na reunião anual da cúpula de saúde, apelo ao ministério de saúde integral. ‘Uma missão e uma visão’

March 04, 2014 | Orlando, Florida, Estados Unidos | Pat Humphrey/ANN staff

Os profissionais de saúde e líderes de evangelismo da Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Norte dizem que um novo enfoque abrangente no ministério de saúde irá reformular a tradicional obra médico-missionária da Igreja, trazendo cura e plenitude à Igreja e membros da comunidade.

“Deus nos chamou para trabalhar em conjunto e nós só realmente tocaremos a vida das pessoas, como Jesus fez, uma vez trabalhemos de forma colaborativa para Ele com uma missão e uma visão”, disse Katia Reinert, diretora de Ministérios da Saúde para a Divisão Norte-Americana da Igreja.

O apelo para o ministério combinado deu-se no mês passado na Cúpula dos Ministérios de Saúde da Divisão Norte-Americana, em Orlando, Flórida, Estados Unidos.

Os organizadores da Cúpula, em parceria com a Universidade de Loma Linda, de propriedade da IASD, realizou uma Conferência de Profissionais de Saúde no evento para definir o papel dos profissionais de saúde num Ministério da Saúde abrangente, tanto em suas práticas clínicas quanto em suas igrejas locais. “Precisamos de mais envolvimento dos nossos profissionais de saúde e das nossas instituições de saúde no Ministério da Saúde”, disse Reinert.

A reunião de cúpula deste ano também delineou amostras para profissionais de saúde, pastores, educadores, jovens e voluntários de Serviços Adventistas à Comunidade. O Ministério da Saúde Integral segue o método de Cristo, de atender às necessidades físicas antes das espirituais.

“A colaboração é fundamental”, disse Reinert. “Ter pastores, líderes de ministérios das crianças, líderes de ministérios da mulher, líderes de serviços comunitários e muitos outros representados e participando de treinamentos para atender às necessidades das pessoas e demonstrar amor e compaixão de Deus é essencial”.

Em meses recentes, altos oficiais da Igreja Adventista têm apelado a uma ênfase renovada no lado abrangente do ministério da saúde—a combinação dos componentes físicos e espirituais, o que depende de estreita colaboração entre os líderes de saúde e ministeriais. 

O novo enfoque visa a reformular a abordagem tradicional da Igreja Adventista no evangelismo de saúde. Médicos missionários da igreja primitiva levavam a cura física e espiritual às comunidades por todo o mundo. Um barco missionário chamado “Estrela da Manhã”, lançou a obra médico-missionária ao longo do rio Mississippi. Mais tarde, outro barco chamado “Luzeiro” levou o evangelismo de saúde e uma mensagem de esperança às comunidades ao longo das margens do rio Amazonas, na América do Sul.

De volta à reunião de cúpula da saúde, Reinert e outros líderes de Ministérios da Saúde esperam que o renovado enfoque sobre o ministério de saúde abrangente dará continuidade a esse legado. Eles mantêm a visão de cada igreja adventista servindo como um centro de esperança e cura na comunidade.

“À medida em que as igrejas comecem a construir ligações e parcerias na comunidade, podem colocar a congregação num melhor espaço para ministrar e verdadeiramente mostrar que querem que suas comunidades tenham saúde”, disse Reinert.

Voltar para a lista