Notícias

Estudante do Nepal recebe o milionésimo dólar de fundo de bolsas escolares

Share |
Estudante do Nepal recebe o milionésimo dólar de fundo de bolsas escolares

A Comissão de Fundo de Bolsas Escolares do Departamento de Ministérios da Mulher da Igreja Adventista do Sétimo Dia se reúne para sua reunião semestral a fim de conceder bolsas de estudos em 23 de julho na sede mundial da denominação. [Foto: Ansel Oliver]

O Departamento de Ministérios da Mulher atinge marco milionário em seu fundo de 19 anos

July 23, 2014 | Silver Spring, Maryland, United States | Ansel Oliver/ANN

Uma estudante nepalesa chamada Sunita se tornou na quarta-feira destinatária do milionésimo dólar de um fundo de bolsas de estudo respaldado em parte pela venda de livros devocionais para as mulheres.
 
O dólar milionésimo estava incluído numa bolsa de 500 dólares concedido a Sunita, durante uma reunião do Fundo de Bolsas Escolares do Departamento de Ministérios da Mulher na sede mundial da Igreja em Silver Spring, Maryland.
 
O dinheiro vai ajudar Sunita no pagamento de suas mensalidades na Universidade Adventista Spicer, da Índia, onde ela está se formando em educação.
 
“Ao ajudar Sunita, estamos fortalecendo nossa Igreja no Nepal”, disse Heather-Dawn Small, diretora do departamento de Ministérios da Mulher da Igreja a nível mundial. “Estamos querendo fortalecer a Igreja em todo o mundo, capacitando mulheres e apoiando-as em seus estudos superiores”.
 
Originalmente fundada pelas receitas de um livro devocional anual para mulheres, o fundo ao longo dos anos já concedeu 2.164 bolsas de estudo para mulheres adventistas que frequentam universidades em 124 países. Os líderes do Departamento dizem que o fundo ajudou a fortalecer a Igreja Adventista a nível mundial, especialmente nos países em desenvolvimento.
 
Small saudou o marco de 1 milhão de dólares como “uma grande conquista” para os Ministérios da Mulher. “A educação é um dos nossos pontos centrais de enfoque, e é o único departamento na Igreja no mundo que sabemos conceder bolsas de estudo para as mulheres”, disse ela.
 
O fundo começou em 1993 a partir dos royalties do que se tornaria livro devocional das mulheres anuais do departamento. Sua primeira destinatária foi May-Ellen Colon, que agora é diretora-assistente do departamento de Escola Sabatina e Ministérios Pessoais da Igreja Adventista do Sétimo Dia a nível mundial.
 
“Foi um incentivo, uma afirmação”, disse Colon de sua bolsa de estudos, a única premiada naquele ano. Na época, Colon estava trabalhando em seu doutorado em educação religiosa. “Foi ótimo por ser o primeiro de uma reação em cadeia que continua até hoje. Esperemos que o impulso seja crescente”.
 
O valor total das bolsas tem aumentado ao longo dos anos, embora as vendas do livro devocional anual tenham diminuído na última década e a maioria dos fundos já proceda de doadores. A comissão atualmente concede bolsas de estudo anuais, totalizando entre 75.000 a 125.000 dólares, dependendo de recursos disponíveis, explicou Raquel Arrais, diretora-associada de Ministérios da Mulher.
 
Cada uma das 13 Divisões mundiais da Igreja Adventista recebe a mesma quantidade de concessões, e o número de bolsas de estudo e a quantidade variam localmente, esclareceu Arrais. Por exemplo, a Igreja em Mianmar concede mais bolsas de estudo, com valores menores por causa do menor custo de vida e estipêndios escolares mais baixos; mas na Coréia do Sul apenas algumas bolsas são concedidas por causa do custo mais elevado.
 
O fundo de bolsas recentemente deu enfoque ao Nepal e uma série de outros países, muitas vezes com um fundo especial. Estes incluem Mianmar, Camboja, Ucrânia, Índia, Camarões e Sudão do Sul.
 
Arrais--ela mesma tendo sido uma bolsista em 1997--disse que há vários outros funcionários da Igreja, missionários e leigos que são ex-beneficiários, incluindo a diretora dos Ministérios da Mulher da Divisão Centro-Oeste Africano, e a diretora de Ministérios da Mulher e Ministérios da Saúde da Missão da Mongólia.
 
O Departamento de Ministérios da Mulher da Associação Geral remonta a 1898, quando foi estabelecido por Sarepta M. I. Henry, mas fracassou depois de sua morte, dois anos depois. A Comissão Executiva da denominação restabeleceu os Ministérios da Mulher como um departamento da Associação Geral em 1990, e na Assembleia da Associação Geral de 1995 foi votado que os Ministérios da Mulher atuariam como um departamento completo em todas as Divisões mundiais da denominação.
 
Para doar para o Fundo de Bolsas de Estudo dos Ministérios da Mulher ou submeter uma solicitação, visite adventistwomensministries.org.

Voltar para a lista