Adventist News Network®

The official news service of the Seventh-day Adventist world church

Oficial da Igreja Adventista nomeado novo governador-geral da Jamaica

Allen traz compromisso de promover justiça restauradora ao mais alto posto do país

Oficial da Igreja Adventista nomeado novo governador-geral da Jamaica

O Governador-Geral, Sir Kenneth Hall, concede a Ordem de Distinção a Allen, à direita,  em 2006 por sua contribuição à nação.

Magnifying Glass View Larger

Allen traz compromisso de promover justiça restauradora ao mais alto posto do país


Um veterano dirigente da IASD no Caribe deverá tomar posse como sexto governador-geral da Jamaica, anunciou o primeiro ministro daquela nação-ilha durante uma reunião parlamentar esta tarde.

 

Patrick Linton Allen, de 58 anos, é o atual presidente da União das Índias Ocidentais da Igreja Adventista. Ele substituirá o governador-geral Sir Kenneth Hall, que solicitou renúncia no ano passado devido a razões de saúde, declarou o Primeiro Ministro Bruce Golding a membros da Casa de Representantes da Jamaica.

 

Allen deve assumir o cargo pelo fim de fevereiro, declarou Golding.

 

Designado pela Rainha Elizabeth II, Allen servirá como representante direto da rainha na Jamaica em ocasiões cerimoniais, tais como a abertura do parlamento e a apresentação de honras estatais, segundo o Serviço de Informação da Jamaica. Conquanto o cargo seja não-político, a constituição da Jamaica permite que o governador-geral designe e supervisione oficiais do serviço civil.

 

Allen declarou que sua fé adventista lhe daria “respaldo” no seu novo cargo. “Quaisquer decisões que eu fizer se moldarão em justiça, equidade e compaixão”, ele declarou.

 

Justiça restauradora é uma área a que Allen declarou que espera dedicar considerável atenção, trabalhando dentro do sistema judiciário da Jamaica para mediar entre perpetradores e vítimas. Allen disse que compartilhava do comprometimento do presidente mundial da Igreja Adventista, Jan Paulsen, com a justiça social e comprometeria sua “liderança e influência” para ressaltar os direitos humanos e o envolvimento comunitário.

 

O escritório do presidente mundial da IASD emitiu uma declaração esta tarde congratulando-se com Allen por sua nomeação. “Oramos para que as bênçãos de Deus sejam-lhe contínuas ao levar adiante suas novas responsabilidades civis”, diz a declaração.

 

Allen traz a sua posição um forte respaldo educacional. Após frequentar uma escola de preparação para professores na Jamaica ele obteve três graus—incluindo um doutoramento em Administração e Supervisão Educacional—pela Universidade Andrews, que pertence à Igreja Adventista do Sétimo Dia, localizada em Berrien Springs, Michigan, EUA.

 

Allen tem servido em muitas posições dentro e fora da Igreja Adventista, inclusive como presidente da Associação Jamaicana Central, diretor de Educação e Vida Familiar da União das Índias Ocidentais e pastor distrital, supervisionando mais de 20 congregações e grupos.

 

Allen também serve num número de comissões e juntas nacionais e internacionais, o que inclui a Comissão Executiva da Igreja Adventista a nível mundial e a Autoridade de Policiamento Civil, que serve para assegurar que a força policial atue dentro da lei e que os direitos dos cidadãos sejam mantidos. Em 2006 o governo da Jamaica conferiu a Allen a honraria de Comandante de Ordem de Distinção por seus destacados serviços a seu país.

 

A carreira magisterial de Allen teve início em 1972 e inclui um breve período como professor-associado na Universidade do Norte do Caribe e no Colégio das Índias Ocidentais, de 1991 que 1993.

 

Reagindo à notícia da designação de Allen hoje, o presidente da União do Norte do Caribe, Herbert Thompson, disse à Publicação “Jamaican Gleaner” esperar que Allen traga “uma nova visão moral” à Jamaica.

 

Considerando a designação “histórica”, o presidente da Igreja para a região interamericana, Israel Leito, declarou que a escolha de Allen pela rainha refletia a presença respeitável da Igreja Adventista na Jamaica. Quase uma em cada 12 pessoas no país é adventista do sétimo dia e a Igreja é conhecida por seu envolvimento na comunidade e pela sua colaboração com os esforços do governo para combater o crime.

 

Durante uma reunião em 2007 entre Paulsen e líderes nacionais, o governador-geral Hall declarou que os adventistas estavam numa posição ideal para oferecer guia e liderança moral aos jovens do país. Hall também se congratulou com a visibilidade da Igreja dentro da comunidade. A presença da Igreja Adventista se tem tornada tão notória que, ele disse, a forma de dar orientação na Jamaica é muitas vezes, ‘entre na rua após a placa indicativa da Igreja Adventista”.

 

Allen é o segundo adventista do sétimo dia a servir como governador-geral na região do Caribe. De 1993 a 2007, James Carlisle serviu como governador-geral de Antigua. Três outros adventistas servem atualmente na Câmara de Representantes da  Jamaica.

 

“Desejamos ao Dr. Allen tudo do melhor, considerando os sérios desafios que ele tem diante de si”, declarou Leito. “A Igreja estará sempre orando por ele nessa posição”.