Adventist News Network®

The official news service of the Seventh-day Adventist world church

Presidente adventista apela para que o dia 1º. de dezembro seja de oração e jejum para apoiar membros falsamente acusados

Antonio Monteiro e Bruno Amah presos no Togo desde março

Presidente adventista apela para que o dia 1º. de dezembro seja de oração e jejum para apoiar membros falsamente acusados

O presidente mundial da Igreja Adventista, Ted N. C. Wilson, à direita, pede que 1º. de dezembro seja designado Dia Internacional de Oração e Jejum em favor de dois adventistas presos no Togo, país do Oeste Africano. Wilson falou sobre a situação com os líderes da Igreja em todo o mundo através de uma vídeo-conferência em 20 de novembro. À esquerda Williams Costa Jr., diretor Comunicação para a Igreja Adventista a nível mundial. [foto: Ansel Oliver]

Magnifying Glass View Larger

Antonio Monteiro e Bruno Amah presos no Togo desde março


Mostre seu apoio

O presidente mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Ted N. C. Wilson, apelou hoje para que 1º. de dezembro seja designado Dia Internacional de Oração e Jejum para obter apoio para a libertação de dois adventistas atualmente presos no Togo, país do Oeste Africano.



Wilson e executivos de topo da Igreja que votaram no dia de ênfase em reunião administrativa em 20 de novembro, disseram que o evento vai aumentar a conscientização sobre a situação de Antonio dos Anjos Monteiro, diretor de Escola Sabatina e Ministério Pessoal para a União Missão da Igreja, com sede em Lomé, e Bruno Amah, um adventista leigo e empresário em Lomé.

Advogados adventistas e ativistas de direitos humanos têm pedido a libertação de ambos os homens desde que foram detidos em março por conspiração para cometer assassinato. Um homem togolês implicou Monteiro e Amah como conspiradores numa alegada rede de tráfico de sangue, mas uma busca policial na casa de Monteiro e na sede local da Igreja não produziu provas. Desde então, as autoridades locais reconheceram a inocência de ambos.

Os esforços diplomáticos para assegurar a libertação de ambos devem continuar. Hoje dirigentes da Igreja criaram um grupo de trabalho para supervisionar os esforços liderados por John Graz, diretor de Relações Públicas e Liberdade Religiosa para a Igreja Adventista a nível mundial. Os líderes da Igreja estão buscando obter o apoio de membros em todo o mundo para aumentar a conscientização através de uma campanha por mídia social para promover o dia 1º. de dezembro como Dia de Oração.



"Estamos pedindo aos adventistas do sétimo dia por todo o mundo para se unirem em oração e jejum em 1º. de dezembro", disse Wilson. O líder mundial da IASD se reuniu com os dois homens na prisão no início deste mês, durante uma turnê pela África Ocidental.

"Estes são membros da Igreja inocentes, falsamente acusados, e estamos suplicando ao Senhor a Sua intervenção, para que possam se reunir com suas famílias e continuar o seu trabalho", disse ele.

Dia de Oração recursos

Twitter

    Líderes adventistas pedem que 1º. de dez seja dia de oração pelos dois membros da Igreja presos no Togo. #Pray4Togo advnt.st/pray4togo
    - Igreja Adventista (@ adventistchurch) 20 de novembro de 2012

Comprometa o seu apoio
Change.org |

Criar uma Petição