Adventist News Network®

The official news service of the Seventh-day Adventist world church

Assembleia da Associação Geral: Descobrindo os Delegados

Compreendendo como os representantes são escolhidos para a maior reunião administrativa da denominação

Assembleia da Associação Geral: Descobrindo os Delegados

Os delegados votantes na reunião de abertura da Assembleia da Associação Geral no estádio Georgia Dome, quinta-feira, 24 de junho de 2010. A reunião de abertura da Assembleia da Associação Geral abordou a organização da Igreja e sessão administrativa. [Foto: Josef Kissinger]

Magnifying Glass View Larger

Compreendendo como os representantes são escolhidos para a maior reunião administrativa da denominação


A sede mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia está agitada com os preparativos para a próxima Assembleia da Associação Geral. A 60.ª reunião desse tipo na história da denominação de 152 anos terá lugar em San Antonio, Texas, e deve contar com até 60 mil pessoas de mais de 170 países, que se reunirão no estádio Alamodome.

Embora às vezes imaginado como uma espécie de uma reunião campal global para os que vêm para ouvir música e pregação de todo o mundo ao se encontrarem com velhos amigos e fazerem novos, o cerne deste evento é a reunião administrativa em que a liderança mundial da Igreja é eleita, questões críticas são discutidas e decisões tomadas para dirigir as ações de como a Igreja avançará no cumprimento de sua missão.

A Sessão Administrativa

A primeira Assembleia Mundial oficial da Igreja Adventista do Sétimo Dia foi uma reunião de um dia realizada em 20 de maio de 1863 em Battle Creek, Michigan, com 20 delegados presentes. Na época, a estrutura organizacional da Igreja era pequena e o número de membros era de apenas alguns milhares, na maior parte dos próprios Estados Unidos. No entanto, na medida em que a Igreja Adventista do Sétimo Dia se desenvolve em países ao redor do mundo, o número de seus membros tem crescido.

Os delegados, enviados como representantes oficiais da Igreja tal como constituída em sua localidade, conduzem os negócios da Assembleia da Associação Geral. Mas quem são esses delegados? Como são escolhidos? Quais são as suas responsabilidades numa Assembleia da Associação Geral ao cumprirem o seu papel?

As regras que regem a seleção dos delegados são explicitadas na Constituição e Praxes da Associação Geral que define os objetivos e operações da Igreja a nível global e governam a Assembleia da Associação Geral.

Numa tentativa de expor a definição de um delegado e a descrição das suas funções, superando a linguagem técnica e um tanto complexa a respeito, este artigo tentará descrever em forma ampla e linguagem acessível o que forma esse corpo funcional.

Em termos gerais, a estrutura da Igreja pode ser entendida sabendo-se que os membros pertencem a congregações. As congregações dentro de um território geográfico específico são organizadas numa Missão/Associação local ou, em alguns casos, uma união de igrejas. Grupos definidos de Associações locais ou Missões locais se unem numa União Associação ou União Missão. As Uniões são os tijolos da construção da Associação Geral.

Terminologias como ‘Missão’ quando relacionadas com Associações e Uniões geralmente indicam que estão num estágio de desenvolvimento em que não atingiram a viabilidade financeira e autossustento de modo completo.

Uniões e Divisões da Associação Geral selecionam delegados em harmonia com quotas de delegados regulares e processos de seleção descritos nas Praxes. Os membros da Comissão Executiva da Associação Geral também são delegados numa Assembleia da Associação Geral.

O número total de delegados de cada Divisão deve incluir, pelo menos, 50% do grupo sendo membros leigos, pastores ou outros obreiros da linha de frente. Uma maioria desses 50% deve ser constituída por leigos.

Existem dois tipos de delegados: delegados regulares e delegados gerais. Os delegados regulares representam as unidades de membros da Associação Geral, conforme descrito no estatuto social.

Os delegados gerais representam a Associação Geral e suas instituições, bem como as Divisões e suas instituições.

Toda delegação para a Assembleia da Associação Geral é composta por:

  1. Quotas de delegados com base em unidades de estrutura organizacional
  2. Quotas de delegados com base na membresia da Divisão como um percentual da membresia mundial total, e
  3. Delegados, representantes da Associação Geral, suas instituições mais as Divisões e suas instituições.

Quem são esses delegados?

Aqui estão alguns fatos interessantes sobre os delegados nesta assembleia da AG:

  • Delegados regulares 1559
  • Delegados independentes 1007
  • Total de delegados 2566

Dados por idade

  • Com menos de 30 anos     6%
  • 30-39                                    10%
  • 40-49                                    26%
  • 50-59                                    35%
  • 60-69                                    19%
  • mais de 70                             3%

Dados por sexo

  • Feminino                     17%
  • Masculino                   83%

Como os delegados são escolhidos

Uma pergunta que certamente será feita ao serem lidas estatísticas sobre representação de gênero é por que a percentagem de delegados do sexo feminino é tão pequena quando se nota que as mulheres são a maioria entre os membros da Igreja? A resposta é simples. Embora continuamente sejam feitos esforços para garantir que toda a delegação se comporá de pessoas de ambos os sexos, atualmente as posições a partir das quais esses delegados são nomeados e que geram a maioria dos delegados para a Assembleia são ocupadas por homens. Isso vai mudar ao longo do tempo à medida que mais mulheres forem eleitas para cargos de liderança e participação entre membros de comissões executivas da Associação ou União.

É importante notar que os delegados regulares para a Assembleia da Associação Geral não são selecionados pela Associação Geral em si, mas pelas Uniões e Divisões por todo o campo mundial. Os indivíduos selecionados são representantes de suas várias organizações junto à Assembleia da Associação Geral.

As comissões executivas da unidade que representam selecionam delegados regulares. Se o delegado representa uma missão, a comissão da unidade de maior dimensão a que está ligada seleciona o delegado. Eles constituem uma mistura de leigos, pastores, professores e administradores da Igreja.

O seu trabalho é reportar-se à Assembleia e estar presente durante as reuniões administrativas para debater, discutir e votar sobre os itens que aparecem na agenda. Devem ser membros em situação regular da Igreja Adventista do Sétimo Dia e são muitas vezes escolhidos por causa de seu interesse demonstrado e o envolvimento na igreja. Nos últimos anos a Igreja tem feito esforços especiais para incluir jovens adultos, mulheres e obreiros da linha de frente no mix de delegados.

Cada delegado tem voz--o que significa que podem vir até o microfone e falar sobre o tema em discussão. Também têm voto--o que significa que são capazes de votar sobre o item que está sendo discutido. Um terço do número total de delegados deve estar presente para a sessão ser capaz de declarar um quorum e conduzir as atividades.

Logo após a sessão ter começado oficialmente, os delegados se reunirão em grupos, com um grupo para cada Divisão e União anexa, e um grupo para a Associação Geral, e esses delegados independentes que são especificamente nomeados de acordo com as provisões das Praxes e da Comissão Executiva. O objetivo desses grupos é escolher os membros de cada grupo que irão servir na Comissão de Nomeações. O número de membros da Comissão de Nomeações de cada grupo é especificamente definido nas Praxes.

Os delegados, tanto regulares quanto independentes, aprovam a ordem do dia da Assembleia e elegem uma liderança da Igreja depois de receberem relatórios da Comissão de Nomeações.

Nas próximas edições da Série 101 da Assembleia da AG, vamos discutir as políticas que descrevem a formação da comissão de nomeações, bem como as suas responsabilidades. Artigos futuros também vão considerar uma visão interna da experiência de ser nomeado, por entrevista com um ex-nomeado.

Há 2.566 pessoas como delegados designados para conduzir os negócios de determinar a liderança da Associação Geral e suas Divisões, as crenças fundamentais da Igreja, emendas ao Manual da Igreja e outros assuntos que podem ser remetidos para a Assembleia pela Comissão Executiva da Associação Geral. No entanto, sua atividade mais importante, bem como o da Igreja em geral, será focar os planos e apresentações em que se compartilha a missão da Igreja em exaltar a Cristo, Sua justiça, as mensagens de Seus três anjos, Sua missão evangelística para o mundo e a Sua segunda vinda em breve. O foco espiritual da Assembleia da Associação Geral é o aspecto mais importante de seu trabalho—unir o povo de Deus para realizar a missão final confiada a suas mãos.

A liderança da Associação Geral tem convidado os membros por todo o mundo a participarem dos 100 dias de campanha de oração que antecedeu a Assembleia da AG. Devemos orar pelo derramamento da chuva serôdia do Espírito Santo na Assembleia da Associação Geral de 2015. Esta é a maior obra da assembleia--nos humilhar diante de Deus e receber a Sua força unificadora para realizar a missão de Deus para a Sua igreja.

Por favor, orem pelos delegados ao se reunirem para realizar esse trabalho de tanta importância. É nossa esperança que os assuntos administrativos da Igreja sejam fielmente tratados, corações estejam intensamente abertos ao Espírito Santo, orações ascendam incessantemente em favor do povo de Deus, mentes que buscam a Palavra de Deus de forma diligente e mãos que atuem no amor de Deus infinitamente nos permitindo em breve ver o Seu rosto.

O tema da Assembleia da Associação Geral de 2015 é: “Levanta-te! Brilha! Jesus está vindo!” Que este seja o tema dos adventistas do sétimo dia reunidos em San Antonio e por todo o mundo.