Adventist News Network®

The official news service of the Seventh-day Adventist world church

‘HACKSAW RIDGE’ [“ATÉ O ÚLTIMO HOMEM”] ABRE OPORTUNIDADES SEM PRECEDENTES PARA TESTEMUNHAR NA EUROPA CENTRAL

A casa publicadora adventista na Polônia imprimiu e vendeu 30.000 exemplares de sua revista, que normalmente tem circulação de 3.000

‘HACKSAW RIDGE’ [“ATÉ O ÚLTIMO HOMEM”] ABRE OPORTUNIDADES SEM PRECEDENTES PARA TESTEMUNHAR NA EUROPA CENTRAL

Adventist youth in Krakow, Poland prepare to distribute Znaki Czasu (Signs of the Times) to movie-goers. [Photo courtesy of the Trans-European Division]

Magnifying Glass View Larger

A casa publicadora adventista na Polônia imprimiu e vendeu 30.000 exemplares de sua revista, que normalmente tem circulação de 3.000


Karolina e Monika, de Cracóvia, Polônia passaram muito tempo este mês passado no seu cinema local. Os gêmeos adolescentes, recém-batizados, podem ser encontados lá, vestidos com camisetas semelhantes ao uniforme que Desmond Doss utilizaria durante a 2ª. Guerra Mundial,. Na parte de trás está escrito, “Desmond Doss salvou 75. Jesus salvou todos. Eu sou adventista como Desmond Doss—pergunte-me mais”.

Quando eles se levantam no final de uma exibição do épico de Mel Gibsons da Segunda Guerra Mundial, “Hacksaw Ridge” [título em português. “Até o Último Homem”], eles causam uma impressão. Respondem a perguntas e compartilham com os cinéfilos uma edição especial da revista ‘Znaki Czasu’, equivalente a  ‘Sinais dos Tempos’.

E eles não estão sozinhos. Mais de 100 jovens adventistas em cidades por toda a Polônia passaram o mês de novembro como voluntários em cinemas, na rua, numa feira de livros e em exibições especiais do documentário de Desmond Doss, “O objetor de consciência” em suas igrejas locais. O resultado? Pessoas já estão tendo estudos bíblicos com pastores depois de assistir ao filme de Gibson, e pelo menos 100 já participaram da Igreja Adventista pela primeira vez.

Tudo isso não aconteceu por acidente. Marek Micyk, diretor de jovens da Igreja Adventista na Polônia, juntou-se ao consultor de relações públicas Michal Rakowski e um grupo de jovens para formular um plano que poderia maximizar o testemunho da Igreja durante a exibição do filme. E não foi apenas a juventude. Toda a comissão executiva polonesa da União aderiu ao plano. A editora imprimiu e vendeu 30.000 exemplares de uma revista que normalmente tem uma tiragem de 3.000 exemplares. 

Os estúdios poloneses da Hope TV [TV Esperança] ganharam permissão para colocar legendas de tradução e distribuir o documentário de 2004 de Terry Benedict “O Objetor de Consciência”. As sessões foram organizadas em cinco cidades e 600 DVDs foram vendidos.

“Szeregowiec Doss”, um livro sobre a vida de Doss, uma preparação impressa para o lançamento do filme, foi dado como presente para os jornalistas durante a estreia polonesa. Outros 3.200 exemplares foram vendidos desde então, inclusive na Feira Internacional do Livro de Cracóvia visitada por 70.000 pessoas. ‘Znaki Czasu’ valeu-se de um estande ali pela primeira vez em sua história. Karolina e Monika estavam entre os voluntários, vestindo os mesmos uniformes militares originais dos Estados Unidos que Doss usaria. 

“É fantástico”, afirma Micyk. “Um paradoxo estranho é que num país dos mais católicos da Europa, falar de outras religiões é geralmente ‘tabu’. Este filme quebrou o tabu e deu voz à Igreja”.

Essa voz chegou a níveis mais elevados do que o esperado, tanto na Polônia quanto na vizinha Hungria. Em ambos os países, o distribuidor de filmes entrou em contato com a Igreja Adventista pedindo ajuda para verificar a precisão da tradução. 

Róbert Csizmadia, Secretário Executivo da Igreja Adventista na Hungria afirma que esta foi uma resposta à oração, ao estarem procurando maneiras de utilizar o filme como uma testemunha. “Há tanta guerra, inimizade, terrorismo e pessoas verdadeiramente sedentas por paz e amor”, disse ele. “Temos algo positivo a oferecer”. 

Não só foram capazes de ajudar com a tradução precisa e compreensão de conceitos teológicos como o do sábado, mas a Igreja na Hungria teve o oferecimento  de 15 segundos de “parceira da mídia” local antes da exibição do filme em todos os cinemas do país, mais uma opção de um endereço de web adventista em cada cartaz. 

Líderes da Igreja também participarão de duas exibições especiais de imprensa e VIP antes da data de lançamento húngaro em 29 de dezembro, que incluirá discussões onde representantes adventistas serão capazes de falar sobre questões de liberdade religiosa e tolerância.

“Isso tudo é por conta deles”, diz Csizmadia, “deixando-nos livres para gastar nossos recursos traduzindo e imprimindo o folheto ‘Está Escrito’, ‘A Fé de Desmond Doss’, a biografia de Doss, a revista FOCUS produzida no Reino Unido e preparar programas que serão executados em igrejas locais, incluindo a exibição do documentário de Benedicts de 2004, e promoção do dia de prevenção de violência e programas associados. 

O mesmo é verdade na Polônia, onde Hacksaw Ridge já foi lançado. “Em toda a minha vida como adventista do sétimo dia nunca vi a nossa Igreja ganhar tão boa cobertura na mídia”, diz Marek Rakowski, secretário da Igreja Adventista na Polônia. 

Durante uma pré-exibição especial na Polônia, exclusiva para a imprensa, visualizadores de YouTube, outros influenciadores e o porta-voz adventista, Andrzej Siciński, juntaram-se a outros dois especialistas (um comandante da unidade de contra-terrorismo aposentado e um padre católico), que refletiram sobre o filme durante um painel de discussão.

Os adventistas também mantiveram um estande durante a exibição para a imprensa, distribuindo drives de memória USB especialmente rotulados, repletos de materiais úteis de mídia sobre Doss e os adventistas. Isso resultou no convite para Siciński participar de vários outros meios de comunicação. Um crítico de cinema falou sobre o livro de Frances M. Doss em seu clipe no YouTube. 

Atuando em Relações Públicas, Michal Rakowski está impressionado. “Se a Igreja tivesse pago por uma campanha publicitária deste tipo, usando a mesma mídia, calculamos que custaria 180.700 euros! Esse é um valor totalmente inacessível para os adventistas na Polônia, onde há apenas 5.820 membros em meio a uma população de 38,5 milhões”. E Rakowski conclui: “Isso foi bastante espetacular—especialmente a quantidade e o fato de que fizemos isso de graça!” 

Para Micyk, uma presença ativa na Internet foi um fator-chave para o sucesso. Sua equipe traduziu a página da Wikipedia polonesa sobre Desmond Doss, vista 33.000 vezes em novembro, o terceiro maior resultado da Wikipédia globalmente—logo depois do inglês e do francês. Eles criaram um site da Igreja, www.DesmondDoss.pl., visto 35.000 vezes por 8.500 usuários. Micyk está muito orgulhoso da página de fans no Facebook de Desmond Doss onde o infográfico mais popular foi visto por 209.000 usuários, outros por 140.120, diz ele. Muitos jovens adventistas poloneses mudaram suas fotos de capa do Facebook para imagens de cartazes de filmes e uma frase “Eu sou adventista como Desmond Doss”. 

Karolina e Monika, juntamente com os outros jovens, estão empolgados em ver o seu testemunho fazer a diferença—na rua, nas mídias sociais e em eventos associados como ‘runmageddon’, onde um dos eventos era levar um saco na mesma maneira que Doss carregou seus colegas-soldados.

“O filme foi ótimo, mas, acima de tudo, admiramos a rigidez moral de Doss. Estamos orgulhosos de ser adventistas”, admitem os gêmeos.

A Polônia fez isso. Para a Hungria, os prazos estão terminando. “Estamos realmente um pouco sobrecarregados por esta oportunidade”, diz Csizmadia. “Agora está nos dando muito mais trabalho do que esperávamos, mas vale a pena. Estamos verdadeiramente surpresos por Deus!” [TedNEWS] 

A POLÓNIA EM NÚMEROS:

• 180.700 Euros Valor estimado da publicidade gratuita e propaganda para a Iigreja.

• 33.000 visualizações de https://pl.wikipedia.org/wiki/Desmond_Doss

• 35.000 pontos de vista sobre o site da Igreja www.desmonddos.pl

• 4.600 seguidores de facebook.com/desmonddosspl/

• 10 vídeos relacionados ao Desmond Doss com 50.000 visualizações no YouTube

• 100 canetas rotuladas para jornalistas.

• 80.000 links do Adword para o site adventista com taxa de clique de 4%

• 30.000 ‘Sinais dos Tempos’ impressos e já vendidos

• 3.200 exemplares vendidos de “O Objetor de Consciência” de Frances M. Doss

• 5.820 adventistas na Polônia, em uma população de 38,5 milhões

• Principais cidades em que se concentrara o testemunho de Doss: Gdynia, Cracóvia, Łódź, Lublin, Varsóvia.