Adventist News Network®

The official news service of the Seventh-day Adventist world church

CÚPULA DE LIDERANÇA ABORDA A UNIDADE DA IGREJA

Orador após orador cita João 17 na reunião de cúpula de dois dias em Portugal.

CÚPULA DE LIDERANÇA ABORDA A UNIDADE DA IGREJA

[Crédito da foto: Andrew McChesney]

Magnifying Glass View Larger

Orador após orador cita João 17 na reunião de cúpula de dois dias em Portugal.


Leia a transcrição completa do discurso da presidente da Igreja Adventista, Ted N.C. Wilson aqui.

Um encontro de cúpula da liderança adventista do sétimo dia enfatizou que a unidade é necessária para concluir a missão da Igreja de espalhar o evangelho e apoiar de forma integral a unidade descrita por Jesus em João 17.

A unidade é uma questão-chave entre os líderes da Igreja, pois a Associação Geral, órgão administrativo da Igreja a nível global, defronta várias unidades que não estão em conformidade com as políticas votadas. A Comissão de Supervisão da Unidade da Associação Geral, que está investigando o assunto, deve apresentar um documento sobre as próximas etapas possíveis para cerca de 300 líderes da Igreja na reunião anual da Comissão Executiva da Associação Geral, em outubro de 2018.

O presidente mundial da Igreja Adventista, Ted N. C. Wilson, que abriu a 11ª Cúpula de Liderança Global em Lisboa, Portugal, declarou que “a unidade real . . . procede de uma submissão de coração a Deus e aos nossos companheiros membros da Igreja enquanto trabalhamos juntos sob a instrução da Palavra Sagrada, do Espírito da Profecia e do Espírito Santo”.

“A unidade resultante supera em grande parte quaisquer convicções privadas depois que os itens foram cuidadosamente revisados pela Igreja a nível mundial e as decisões foram tomadas”, disse Wilson no discurso principal. “Isso supera em muito os ‘direitos’ legais que possam ser exercidos. As obrigações morais e espirituais para com Deus, com a Igreja Dele e com a missão unida superam em muito todas as opiniões legais ou independentes de um membro ou de uma organização dentro do corpo geral da Igreja “.

Abrindo a Bíblia em João 17:20-23, ele leu a oração de Jesus pela unidade da Igreja: “E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela Tua palavra hão de crer em Mim; para que todos sejam um, como Tu, ó Pai, o és em Mim, e Eu em Ti; que também eles sejam um em Nós, para que o mundo creia que Tu Me enviaste. E Eu dei-lhes a glória que a Mim Me deste, para que sejam um, como Nós somos um. Eu neles, e Tu em Mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que Tu Me enviaste a Mim, e que os tens amado a eles como Me tens amado a Mim”.

Quando qualquer organização, como parte do corpo de Cristo, Sua Igreja, exige o seu próprio caminho contrariamente à vontade de todo o corpo, essa organização voluntária e independente está trabalhando contra os desejos de Deus para uma Igreja unida em missão segundo João 17, afirmou Wilson.

Apontando para João 17

Orador após orador citou João 17 na reunião de cúpula de dois dias com a participação de 49 líderes denominacionais, incluindo presidentes de Divisão, secretários e tesoureiros, reitores e professores de universidades e outros.

Mark Finley, evangelista e assistente do presidente da Igreja a nível mundial, descreveu a oração de Jesus como o fundamento teológico da unidade na Igreja Adventista: “Toda unidade deve basear-se num fundamento teológico”, disse numa apresentação intitulada “Desenvolvimento Histórico da Unidade Espiritual na Igreja Adventista do Sétimo Dia”.

Ele fez observar que a cofundadora da Igreja, Ellen White, mencionou João 17 mais de 700 vezes em seus escritos. Ao ler uma dessas passagens, ele disse: “A família de Deus na Terra tem muitas lições a aprender para responder a oração de Cristo—a última oração com os Seus discípulos antes de Sua humilhação. O capítulo dezessete de João, que contém esta oração, abrange mais do que qualquer outro capítulo no Novo Testamento” (Carta 92, 1906).

Abner De Los Santos, vice-presidente geral da Igreja Adventista a nível mundial, ressaltou que a unidade de João 17 é essencial para cumprir o mandato de Jesus de proclamar o evangelho ao mundo: “É somente em nossa unidade que o mundo pode ver o poder do evangelho”, disse ele numa apresentação intitulada “A Importância da Unidade da Igreja Como Exemplificada por Cristo e Seus Discípulos”.

Procurando por Cristo

Outros palestrantes de 6 de fevereiro na cúpula, tendo por tema”A Necessidade Espiritual de Unidade da Igreja e Autoridade Bíblica para Realizar a Missão de Deus”, incluíram Ella Simmons e Thomas Lemon, vice-presidentes gerais da Igreja Adventista a nível mundial, e Duane McKey, assistente do presidente da denominação e presidente da Rádio Mundial Adventista. Karnik Doukmetzian, advogado geral da Associação Geral e da Divisão Norteamericana, ofereceu uma perspectiva legal.

Os membros da Igreja que anseiam pela unidade devem buscar a Cristo de todo o coração, disseram os líderes denominacionais.

“A unidade não é o que uma Igreja ou qualquer organização fabrica”, disse Larry Evans, assistente do presidente da Igreja a nível mundial para os Ministérios de Necessidades Especiais. “É um subproduto daqueles que experimentam pessoalmente o Deus da Bíblia”.

Perto do final do dia, G. Alexander Bryant, secretário-executivo da Divisão Norteamericana, aplaudiu os oradores por demonstrarem que a Igreja Adventista é focada diretamente em Cristo: “Gostaria que os jovens na Divisão Norteamericana ouvissem o que estamos falando hoje sobre a Igreja sendo centrada em Cristo”, comentou durante uma mesa redonda sobre como formar jovens para se tornarem líderes. “Se Cristo não está no centro, não temos nada”.

BARRA LATERAL

Completando a Missão

Das declarações de boas vindas de Guillermo E. Biaggi, vice-presidente geral da Igreja Adventista a nível mundial e organizador da cúpula:

Queremos considerar e refletir não só nos relatórios de várias Divisões e instituições mundiais, mas também em apresentações sobre o tema importante da unidade e da autoridade da Igreja, e como podem afetar a conclusão da missão da Igreja.

Ellen White reflete: “Oh, como Satanás se alegraria se pudesse ter sucesso em seus esforços para introduzir-se entre essas pessoas e desorganizar o trabalho num momento em que uma organização completa é essencial e será o maior poder para evitar revoltas espúrias e refutar revindicações não aprovadas pela Palavra de Deus! Queremos manter nossas fileiras uniformemente para que não haja ruptura do sistema de organização e ordem que foi construído mediante um trabalho sábio e cuidadoso”. (“Testemunhos para a Igreja “, Vol. 9, páginas 257, 258 ).

Precisamos da ajuda de Deus pela presença do Espírito Santo para nos tornarmos líderes visionários e comprometidos que completem a missão de atingir 7,6 bilhões de pessoas do nosso mundo com a mensagem de esperança.